domingo, 22 de maio de 2011

BOICOTE NA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA

Até o ano pas­sado, o ­índice de “boi­cote” às aulas  de edu­ca­ção ­física do colé­gio Renas­cença, em São Paulo, che­gava a 30%, ­segundo esti­ma­ti­vas do dire­tor, João Car­los Mar­tins. “Era impres­sio­nante o ­número de ates­ta­dos médi­cos e a quan­ti­dade de vezes ao mês que as meni­nas fica­vam mens­trua­das”, ­brinca. Essa rea­li­dade se repete em outros colé­gios, em geral, a par­tir da ­oitava série do ­ensino fun­da­men­tal.

Para resol­ver o pro­blema, o colé­gio estu­dou alter­na­ti­vas em reu­niões entre edu­ca­do­res e repre­sen­tan­tes de ­classe e, desde o iní­cio deste ano, uma nova pro­posta para as aulas de edu­ca­ção ­física ­entrou em vigor. Duas vezes por ­semana, no último horá­rio do ­período, os 280 alu­nos do ­ensino médio fazem a ati­vi­dade de sua pre­fe­rên­cia na aca­de­mia Bio Ritmo do Shop­ping Pátio Higie­nó­po­lis, a uma qua­dra da ­escola. O apelo fun­cio­nou entre os ­jovens, que ado­ra­ram a novi­dade.

Na aca­de­mia, os alu­nos têm ­várias ­opções. Além do ho­rá­rio de edu­ca­ção ­física, pelo ­pacote acor­dado entre a ­escola e a aca­de­mia, ainda podem fre­qüen­tar a ati­vi­dade que qui­se­rem, todos os dias, até as 16h. Sair do colé­gio e con­vi­ver em outro ambiente tam­bém é impor­tante para a socia­li­za­ção do aluno. ­Segundo Mar­tins, o índice de insa­tis­fa­ção com as aulas de edu­ca­ção ­física bai­xou para cerca de 10%. “Edu­ca­ção ­física é uma dis­ci­plina indis­pen­sá­vel. Lida com rela­ções, ­regras, autocon­trole e dis­ci­plina de forma dife­rente do que em sala de aula. Os alu­nos tam­bém des­car­re­gam a ener­gia con­cen­trada ­durante as aulas teó­ri­cas”, diz. Para os alu­nos que ado­ram jogar bola, os trei­nos con­ti­nuam. Acon­te­cem na ­escola, à tarde e à noite. 

Fonte: Educar para crescer.

OBSERVAÇÃO: O QUE MAIS ME CHAMOU A ATENÇÃO NESTA MATÉRIA É, PORQUE SINTO ESTE MESMO PROBLEMA NA ESCOLA DE ENSINO.FUNDAMENTAL.MÉDIO. MONS. JOSÉ GERARDO FERREIRA GOMES, EM SOBRAL - CEARÁ, NA QUAL LECIONO COMO PROFESSOR DO 9º AO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO. A FREQUÊNCIA É IRRISÓRIA NAS AULAS PRÁTICAS. MUDEI O ESQUEMA DE ATENDIMENTO, VAMOS VER SE DARÁ CERTO. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Transformando Suor em Ouro - Bernardinho NO VOLEI E NA VIDA

Frases extraídas de seu livro:


Compreender a importância da instrução no desenvolvimento cultural e profissional.

Dedicar-se com obstinação, na busca de um objetivo.

Entender a paixão como fator essencial de motivação.

Superar as limitações pessoais pela disciplina.

Nunca esquecer que a vaidade é inimiga do espírito de equipe.

Buscar o "brilho da vitória" no olhar de seus colaboradores.

Trabalhar a perseverança, a obstinação, não desistindo nem recuando diante de obstáculos.

Desenvolver o senso de observação.

Entender que o sentido de coletividade é mais importante do que eventuais centelhas individuais.

Combater o desperdício de talento.

Falhe ao planejar e estará planejando falhar.

Monitorar constantemente sua vaidade.

Treinar ao nível extremo significa desenvolver ao máximo sua capacidade de realização.

Detectar e desenvolver talentos é uma das principais atribuições do líder.

Estudar, ler, observar, questionar constituem o processo de preparação.

Assumir o desafio de, ao encontrar um time pronto, conquistar as pessoas e fazer delas o "SEU" Time.

Lembrar-se sempre de que o talento, por si só, não basta.

Boas performances dependem de conteúdo (fruto de preparação) + entusiasmo (fruto da paixão).

Encarar os desafios como grandes oportunidades.

Não prometer o que não pode ou não pretende cumprir.

Entender a importância de todas as peças, mesmo as "consideradas" menos importantes.

Criar metas ideais.

Acreditar na força transformadora do efeito pigmalião (quanto mais o chefe mostrar que acredita no potencial de seus colaboradores e se dedicar a eles, maior será sua produtividade)

Não rotular as pessoas.

Concertrar-se no condicionamento, nos fundamentos e na união para a formação de uma equipe vitoriosa.

Trabalhar para fortalecer a parte emocional, de forma a não perder o foco na execução de uma tarefa.

Tentar entender os porquês de uma derrota, assumir suas responsabilidades e seguir em frente.

Inconformismo, insatisfação - sem isso, não se dá um passo à frente.

Não existem atalhos para o sucesso, mas o trabalho intenso é a estrada mais curta.

Errar na forma é aceitável, mas nunca na intenção.

O questionamento é uma grande fonte de crescimento, e o crescimento permanente, uma grande fonte de satisfação.

Entender a importância do trabalho em equipe (Team Work)

Incentivar lideranças.

Manter a motivação sempre elevada.

Preservar e buscar se superar constantemente.

Trabalhar o comprometimento e a cumplicidade entre as peças da "grande engrenagem".

Disciplina e Ética são hábitos que perpetuam os bons resultados.

Assumir responsabilidades e tentar extrair lições das derrotas para não repetir os erros.

O verdadeiro líder deve se manter sempre atento aos seus colaboradores.

Tentar evitar as armadilhas do sucesso.

Ter consciência coletiva exige desprendimento, solidariedade, companheirismo e espírito de equipe.

Uma equipe nem sempre é formada pelos melhores, mais capazes, mas sim pelos colaboradores certos.

Uma equipe vencedora tem sempre bons reservas.

Ter senso de urgência. (realizar cada tarefa como se fosse a mais importante. Jogar cada ponto como se fosse o decisivo.)

Entender que a condição de favoritismo atribuída a nós por outros deve servir como sinal de alerta.

Saber que as vitórias do passado só garantem uma coisa: grandes expectativas e maiores responsabilidades.

Criar zonas de desconforto para afugentar a armadilha do sucesso e testar o comprometimento dos vitoriosos.

Conscientizar-se de que o verdadeiro campeão controla a vaidade para que, como um autêntico TEAM PLAYER, eleve o nível de atuação de todos à sua volta.

Um trabalho de preparação meticuloso é o caminho mais curto para a vitória.

É importante que os "primeiros da classe" se preparem com a mesma intensidade daqueles que os perseguem, caso contrário serão alcançados e provavelmente ultrapassados.

Optar pelas pessoas certas e não pelas mais talentosas.

Focar no trabalho de equipe.

Fomentar as lideranças no grupo.

Treinamento extremo. (nada substitui o treinamento)

Buscar equilíbrio entre cobranças e condições externas.

Atenção ao sucesso e suas armadilhas.

Buscar constantemente a excelência.

Bernadinho, Técnico da Seleção Brasileira de Vôlei - Masculino Adulto.




Loading...

TEM WORK

"Se não houver paixão, se não houver comprometimento, tudo o mais é inútil".

"A Expectativa gera responsabilidade, o que leva à necessidade de mais trabalho e a uma atenção ainda maior aos detalhes".

"O Sucesso tem muitos pais, mas o fracasso é quase órfão".